Emasa reforça alerta para falta de água nas estações de captação

O prefeito de Itabuna, Claudevane Leite, disse mais uma vez nesta segunda-feira, 30, que precisa da colaboração da população para que os problemas gerados pelo maior período de estiagem dos últimos 30 anos seja minimizado. 
São mais de 120 dias sem chuva nas nascentes dos rios Cachoeira e Almada, o que vem comprometendo o funcionamento das estações de captação de Ferradas, Rio do Braço e Castelo Novo para o abastecimento para cerca de 220 mil habitantes. Acompanhado do secretário de Planejamento e Tecnologia, Wenceslau Júnior, do presidente da Emasa, Ricardo Campos, dirigentes e técnicos, Vane esteve nas três estações na manhã de hoje para verificar a situação dos rios, cuja captação de água se agravou nos últimos 30 dias. Por causa da falta de água, a captação na estação de Ferradas teve que ser reduzida de 250 litros por segundos para 70 litros/segundos. 
O longo período de estiagem comprometeu também o volume de água captada na estação de Rio do Braço, Ilhéus, que funcionará com interrupções de até 72 horas até que chova. Para minimizar os efeitos da seca, a captação foi reforçada na estação de Castelo Novo, também em Ilhéus. “Estamos fazendo um grande esforço para assegurar que a população de Itabuna receba água portável no menor intervalo possível. É preciso que as pessoas entendam que não temos de onde retirar água potável porque, infelizmente, os rios que nos abastecem estão secos”, afirmou o prefeito.


Fonte: Verdinho Itabuna
Author: VERDINHO ITABUNA

Powered by WPeMatico

Você pode gostar...